Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




História dum povo!

por Rosa Guerreiro Dias, em 22.06.13

Provérbios ou 

“Adágios Populares”

Quis testar a minha memória!
E sem ler em lado nenhum fui escrevendo o que há muito tenho gravado
como a exemplo, Adágios do nosso Portugal!
Este é um bom exercício para ver do que lembramos!
Experimentem e ficarão admirados com a vossa capacidade!
E o melhor deste e doutros testes!
É sabermos que eles são os grandes inimigos da:
Televisão com quem não dialogamos, da Arteriosclerose, do Alzheimer
e doutros males que nos roubam todas as qualidades
e capacidades de conversar, de conviver, de viver e aprender...



««««»»»»
Cautela e caldo de galinha – Nunca fez mal a ninguém!
No melhor pano – Cai a nódoa!
O diabo em não tendo que fazer - Abre o cú e apanha moscas!
Quem não semeia – Não colhe!
Quem vai p’ró Mar – Avia-se em terra!
Entre briga de marido e mulher – Não se mete a colher!
Ao rico, não faltes – Ao pobre não prometas!
Quem tudo quer - Tudo perde!
Mão que lava o cu - Lava a cara!
Homem de pouca barba - Homem de pouca vergonha!
Os homens - Não se medem aos palmos!
Mulheres de hoje -- Por trás Liceu - Pela frente museu!
Um homem vale por dois - Uma mulher vale por uma dúzia!--(m)
Ninguém é profeta! Na sua terra!
Assim como vive o Rei – Vivem os vassalos!
Quem tem telhados de vidro – Não pode atirar pedradas!
Não gozes com o mal do teu vizinho – Porque o teu vem a caminho!
É mais sábio pensar sem falar – Do que falar sem pensar!
Mais vale quem Deus ajuda – Do que quem cedo madruga!
Sabemos o que somos – Mas, não sabemos o que podemos ser!
De grão a grão – Enche a galinha o papo!
Quem quer, vai – Quem não quer, manda!
Presunção e água benta – Cada um toma a que quer!
A presunção – É a Mãe de todas as asneiras!
A minha liberdade acaba – Onde começa a tua!
O traje – Não faz o Monge!
Dá Deus nozes – A quem não tem dentes!
A ocasião – Faz o ladrão!
Gato escaldado – Até o gaspacho assopra!
Os cães ladram – A caravana passa!
Depois da tempestade – Vem sempre a bonança!
Não faças mal – À espera que te venha bem!
Não cuspas p’ró ar – Que te pode cair na cara!
Não guardes para amanhã – O que podes fazer hoje!
As obras feitas à noite – De dia aparecem!
O que não se fizer no dia de Santa Luzia – Faz-se no outro dia!
Ao diabo e à mulher – Nunca falta que fazer!
Ao cavalo dado – Não se olha o dente!
Casa de Ferreiro – Espeto de pau!
Quem vê caras – Não vê corações!
A fruta proibida – É sempre a mais apetecida!
O Sol quando nasce – É para todos!
Não é com vinagre - Que se apanham moscas!
Os Santos do pé da porta – Nunca fizeram milagres! 
Quem semeia ventos – Colhe tempestades!
Pelo andar da carruagem – Se vê quem vai lá dentro!
Não há Sábado sem Sol – Nem alma a quem Deus não console! (m)
Quando o diabo fecha uma porta – Deus abre sempre uma janela! (m)
A verdade é como o azeite – Anda sempre ao cimo da água!
Candeia que vai à frente – Alumia duas vezes!
Quem dá o que tem – A pedir vem!
Quem se deserda, antes que morra – Merece levar com uma cachaporra!
Antes que cases – Vê o que fazes!
Quem casa – Quer casa!
Quem se deita com crianças – Acorda molhado!
Na mesa onde não há pão – Todos ralham, e ninguém tem razão!
Quem não trabalha – Não paga o pão que come!
A fortuna é como o vidro – Tanto brilha, como quebra!
Nunca o invejoso medrou – Nem quem ao pé dele morou!
Filho és, pai serás – Conforme fizeres, assim acharás!
Quem conta um conto – Acrescenta-lhe um ponto!
Cesteiro que faz um cesto – Faz um cento!
Quem burro tem, e anda a pé – Mais burro é!
Quem conta com a panela alheia – Arrisca-se a ficar sem ceia!
Pedi à minha vizinha, envergonhei-me – Vim p’ra casa arremediei-me!
A mocidade ociosa – Traz velhice vergonhosa!
O mundo é uma bola – Quem vive nele é que se amola!
Ladrão que rouba ladrão – Tem cem anos de perdão! 
Patrão fora – Dia santo na loja!
O olho do dono – É que engorda o porco!


«««««»»»»»

Espero que tenha sido útil esta minha ideia
e que suscite em vós, o desejo de treinar as mentes positivamente
com este ou com outros assuntos!
Como por exemplo, os nomes dos nossos familiares
os nomes de amigos de infância e de escola, dos nossos professores!
Enfim, existem um sem número de ideias
que nos poderão ajudar a manter nossas capacidades exercitadas.

“Assim penso! Assim digo”
Aquele abraço da amiga certa!
Rosa Dias
4-5-2011
22-6-2013
Foto: História dum povo!Provérbios ou             “Adágios Populares”Quis testar a minha memória! E sem ler em lado nenhum fui escrevendo o que tinha gravado na memória sobre os Adágios do nosso Portugal!Este é um bom exercício para ver do que lembramos!Experimentem e ficarão admirados com a vossa capacidade!E o melhor deste e doutros testes!É sabermos que eles são os grandes inimigos da: Televisão com quem não dialogamos, da Arteriosclerose, do Alzheimer, e doutros males que nos roubam todas as qualidades e capacidades de conversar, e de viver… ««««»»»»Cautela e caldo de galinha – Nunca fez mal a ninguém!No melhor pano – Cai a nódoa!Quem não semeia – Não colhe!Quem vai p’ró Mar – Avia-se em terra!Entre briga de marido e mulher – Não se mete a colher!Ao rico, não faltes – Ao pobre não prometas!Quem tudo quer - Tudo perde!Mão que lava o cu - Lava a cara!Homem de pouca barba - Homem de pouca vergonha!Os homens - Não se medem aos palmos!Um homem vale por dois - Uma mulher vale por uma dúzia!Ninguém é profeta! Na sua terra!Assim como vive o Rei – Vivem os vassalos!Quem tem telhados de vidro – Não pode atirar pedradas!Não gozes com o mal do teu vizinho – Porque o teu vem a caminho!É mais sábio pensar sem falar – Do que falar sem pensar!Mais vale quem Deus ajuda – Do que quem cedo madruga!Sabemos o que somos – Mas, não sabemos o que podemos ser!De grão a grão – Enche a galinha o papo!Quem quer, vai – Quem não quer, manda!Presunção e água benta – Cada um toma a que quer!A presunção – É a Mãe de todas as asneiras!A minha liberdade acaba – Onde começa a tua!O traje – Não faz o Monge!Dá Deus nozes – A quem não tem dentes!A ocasião – Faz o ladrão!Gato escaldado – Até o gaspacho assopra!Os cães ladram – A caravana passa!Depois da tempestade – Vem sempre a bonança!Não faças mal – À espera que te venha bem!Não cuspas p’ró ar – Que te pode cair na cara!Não guardes para amanhã – O que podes fazer hoje!As obras feitas à noite – De dia aparecem!O que não se fizer no dia de Santa Luzia – Faz-se no outro dia!Ao diabo e à mulher – Nunca falta que fazer!Ao cavalo dado – Não se olha o dente!Casa de Ferreiro – Espeto de pau!Quem vê caras – Não vê corações!A fruta proibida – É sempre a mais apetecida!O Sol quando nasce – É para todos!Não é com vinagre - Que se apanham moscas!Os Santos do pé da porta – Nunca fizeram milagres! Quem semeia ventos – Colhe tempestades!Pelo andar da carruagem – Se vê quem vai lá dentro!Não há Sábado sem Sol – Nem alma a quem Deus não console!Quando o diabo fecha uma porta – Deus abre sempre uma janela!A verdade é como o azeite – Anda sempre ao cimo da água!Candeia que vai à frente – Alumia duas vezes!Quem dá o que tem – A pedir vem!Quem se deserda, antes que morra – Merece levar com uma cachaporra!Antes que cases – Vê o que fazes!Quem casa – Quer casa!Quem se deita com crianças – Acorda molhado!Na mesa onde não há pão – Todos ralham, e ninguém tem razão!Quem não trabalha – Não paga o pão que come!A fortuna é como o vidro – Tanto brilha, como quebra!Nunca o invejoso medrou – Nem quem ao pé dele morou!Filho és pai serás – Conforme fizeres, assim acharás!Quem conta um conto – Acrescenta-lhe um ponto!Cesteiro que faz um cesto – Faz um cento!Quem burro tem, e anda a pé – Mais burro é!Quem conta com a panela alheia – Arrisca-se a ficar sem ceia!Pedi à minha vizinha, envergonhei-me – Vim p’ra casa arremediei-me!A mocidade ociosa – Traz velhice vergonhosa!O mundo é uma bola – Quem vive nele é que se amola!Ladrão que rouba ladrão – Tem cem anos de perdão! Patrão fora – Dia santo na loja!O olho do dono – É que engorda o porco!«««««»»»»»Espero que tenha sido útil esta minha ideia, e que suscite em vós, o desejo de treinar as mentes positivamente, com este ou com outros assuntos!Como por exemplo, os nomes dos nossos familiares, os nomes de amigos de infância e de escola, dos nossos professores!Enfim, existem um sem número de ideias que nos poderão ajudar a manter nossas capacidades exercitadas.“Assim penso! Assim digo”Aquele abraço da amiga certa!Rosa Dias4-5-2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:01



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D