Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As ruas estão de pousio

por Rosa Guerreiro Dias, em 26.03.08

   Festasdo Povo

de Campo Maior.

As ruas estão de pousio.

Minha Vila está de pousio

Mas p/ró ano renascerá

E meu povo cheio de brio

Sementes de arte espalhará

A festa, é trabalhosa

Diz bem, a voz da razão

Tanta flor, tanta rosa

Tanto craveiro em botão

Tudo é feito com amor

E com arte genuína

Um Campo Maior em flor

Onde a erva não germina

Ouvem-se vozes dizer

Esta festa é um esplendor

Deus não vai deixar morrer

Festas dum Campo Maior

 Em dois mil e nove talvez

 Volte a festa p/ra dar brado

E este povo camponês

 Será de novo abençoado

Já repousa a pandeireta

Castanholas vão dormir

   Mas meu povo fica alerta

   P/rás festas que hão-de vir

                                    Rosa Dias

                                    26-3-2008

O povo cantando as saias

     

Repouso da pandeireta

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:17


4 comentários

De Júlia a 27.03.2008 às 17:39

Amiga Rosa
A esperança é a última a morrer. Mas as perspectivas são muito negras. Vai ser preciso muito empenho e menos "tricas" para que voltemos a ter as Festas.
Abraço
Júlia

De Rosa Guerreiro Dias a 28.03.2008 às 09:19

Amiga Julia.
Já vi, Já vi, e que pena que sinto, vamos esperar que o bom senso fale mais alto, pois as festas do Povo já deviam ser consideradas património nacional.
Aquele abraço da amiga certa
Rosa

De DO CASTELO a 07.04.2008 às 00:43

Amiga (perdoe-me a intimidade):
Oxalá tenha feito uma boa viagem. Como vê não tardei a vir bisbilhotar o seu blogue. Depois as mulheres é que o são...
Prometo passar por aqui todos os dias. Gosto muito dos seus versos. Pergunto: quem não gostará?
Informe os seus amigos e amigas que ainda podem concorrer aos VI Jogos Florais de Avis cujo regulamento se encontra disponível em www.aca.com.sapo.pt ( olha o espertinho a servir-se do meu blogue para publicidade gratuita....)
D. Rosa Dias desejo-lhe as maiores venturas.
Faça-me o favor de ser feliz.
Fernando Máximo/Avis ( rimou porque calhou...)

De Rosa Guerreiro Dias a 10.04.2008 às 10:27

Agradecida pelas suas palavras.
Já retirei o regulamento sobre os jogos florais.
Não sei se me será possivel participar ainda este ano, mas para o ano que vem fica prometido.
Apareça aqui sempre que se lembrar, encontrará sempre novidades, que espero lhe agradem, e mande seus comentários, que além de agradaveis, são muito poéticos.
Aquele abraço da amiga Rosa Dias

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D