Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A POESIA MAIS O FADO

por Rosa Guerreiro Dias, em 06.07.10

Mais uma noite de fados!

Mais um encontro de amigos!

*****

 

O Alentejo

Continua a ser uma presença constante nos programas!

"Culturais"

Organizados pela

"Alma Alentejana" como é óbvio.

A Feira do Alentejo 2010 mais uma vez teve ao seu serviço!

Motivos alentejanos como decoração!

Tasquinhas de comes e bebes, onde o sabor Alentejano esteve presente...

O famoso pão, as azeitonas, o bom vinho.

Tudo isto servindo de entradas!

Para cosinhados mais apurados!

Que faziam as delícias de quem os procurava.

Este foi o cartão de visita!

Que tivemos em mais uma noite de fados...

Nesta Feira que esteve patente durante 4 dias!

Na Escola Cacilhas Tejo em Almada.

A noite de fados foi apresentada pela;

Poetisa alentejana "Rosa Dias".

O Fado entrou pela noite dentro!

Com vozes que deliciaram...

Todos aqueles que não arredaram pé até ao término do espectaculo.

Intercalada com o Sr. Fado!

Tivemos "Poesia" de Rosa Dias!

Dita com alma, pela poetisa...

Deixando em todos os presentes um turbilhão de emoções...

Que serviram de complemento à canção Nacional!

"O nosso Fado".

 

 

Fica aqui o meu!

O nosso agradecimento!

A toda a direcção da "Alma Alentejana!

E a todos os que se esforçaram para que!

Este "Serão Alentejano"

Composto de Fado e Poesia

Fosse mais um exito.

Bem - Hajam

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:01


2 comentários

De joaquimavo@gmail.com a 07.07.2010 às 13:19

Cara Amiga
Foi realmente uma bela "Noite de Fados" enriquecida por uma verdadeira Artista, que foi mais que meio espectáculo e que se chama"ROSA DIAS" e de quem nos orgulhamos muito por ser Alentejana. Foi mesmo bonito. Obrigado Rosa
Um abraço amigo
Joaquim Avó

De Rosa Guerreiro Dias a 07.07.2010 às 23:05

Fico feliz por suas palavras amigo!
Fico sempre com a impressão que podia ter feito melhor!
Mas se na altura não me ocorreu, é porque o meu melhor estava sendo feito.
Foi mais uma noite de fados, que me deu muita satisfação apresentar.
Deixei minha alma poetisar!
Ao mesmo tempo que deixei os fadistas abrir as suas gargantas expressando, Ciume , Dor, Queixume, Paixão, Amor.
E tudo isto ao som inconfundível das velhinhas e eternas companheiras.
" Viola e Guitarra Portuguesa"

Aquele abraço da amiga certa
Rosa Dias

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D