Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




OLHANDO A PLANÍCIE

por Rosa Guerreiro Dias, em 13.04.10

 

 

A RAIZ

 

do


PÃO

 

 

Na planície deserta, a beleza é constante!

Beleza tão pura, e de encantos tais!

Onde o olhar se perde a cada instante;

Lá nos arvoredos!

Pouso de pardais.

 

A seara verde, me convida a entrar!

Para eu sentir na pele, a raíz do pão!

Vem o Sol bendito, meu rosto beijar!

E dizer-me ao ouvido!

Está chegando o Verão.


Alentejo amado por meu coração;

Acalmas-me a alma; alivias-me as dores!

Só tu és a musa desta inspiração!

E eu com as palavras!

Vou plantando flores.

 

Foi este silêncio, esta nostalgia

Que fez do teu povo, um povo poeta!

Que semeiam os campos com doce poesia!

Espalhando no vento!

Seu grito de alerta.

 

Vem o sopro da aragem, abanando a espiga!

Avivando a saudade a esta poetisa!

Trazendo-lhe à memória, quando foi rapariga!

E dando-lhe a certeza! que esta camponesa.

P'ra poder viver!

Pouco mais precisa.

 

 

Rosa Guerreiro Dias

4-4-2010

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:45


2 comentários

De joaquimavo@gmail.com a 15.04.2010 às 23:40

Está lindo este poema. Não estou de acordo com a parte final e recordo as palavras do do último patrono dos Jogos Florais da Alma Alentejana «é bom ser-se velho» pois a experiência que se cria e os momentos vividos ninguém nos tira e no caso da Amiga Rosa precisamos que viva mais muitos anos e nos vá encantando com a sua poesia que também, com a referida experiência ajuda ainda a enriquecer mais.
Um abraço
Joaquim Avó

De Rosa Guerreiro Dias a 31.03.2014 às 15:11

Abraço amigo , agradecida... <3

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D