Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




JOGOS FLORAIS

por Rosa Guerreiro Dias, em 26.10.09

                                                                     Pintura de: 

            Teresa Rodrigues

No passado domingo dia 25 em Almada no "Fórum Romeu Correia"

no Auditório Lopes Graça , aconteceu pela nona vez os;

                           "Jogos Florais da Alma Alentejana" 

Tinhamos como cenário em cima do palco, além da mesa de juri e o ramalhete de personagens que a compunha, bem ali ao centro uma cesta de flores.

 Flores de papel, feitas pelas mãos das camponesas  de Campo Maior e oferecida à poetisa Rosa Dias, a qual  por sua vez depositou com muito carinho nas mãos da Alma Alentejana, para enfeitar os palcos e trazer graciosidade aos eventos realizados por esta associação. 

               

           E desta feita os IX Jogos Florais Florearam muito mais.

 

                                    Como patrono tivemos  

                                       José Manuel Maia

              Figura bem conhecida e querida na margem  ao Sul do Tejo.

                                      

                                                 " Maia"

                            Como é conhecido pelos amigos.

    Foi presenteado com uma tarde agradavel muito emotiva e animada culturalmente.

Na mesa de juri, estavam: "Maia"; Joaquim Avó, a Dra. Natália Pinto, Prof. José Rabaça, Manuel Fernandes, Braz Borges, Dra. Teresa Silva a poetisa Rosa Dias e o Presidente da Alma Alentejana Sr. António de Oliveira. 

****

Depois da abertura do programa a cargo de Joaquim Avó, deu-se início a um desenrolar de emotivos discursos. Começando pelo Prof. José Rabaça que por várias vezes parou para suster a lágrima, tal a emoção que sentia.

Dando de seguida a palavra ao patrono do evento, que nos iria presentear com passagens do seu interessante percurso de vida.

****

Rosa Dias, com sua veia poetica, leu de sua autoria o que lhe ia na alma acerca do amigo "Maia", e que passo a citar na integra.

 

                         

 

       Falar acerca de um homem especial


Falar de:
José Manuel Maia Nunes de Almeida.
Não é fácil.
Assim sendo, seguirei à cautela por outro caminho, em que me dirijo apenas ao amigo Maia.
Maia é o homem que hoje enaltecemos neste evento.

Foi escolhido com muito carinho; e com todo o respeito que lhe devemos, para ser “Patrono dos IX Jogos Florais da Alma Alentejana 2009”
Eu, simples poetisa popular, me atrevo a falar um pouco deste homem, deste amigo. Conheci o amigo Maia através da Alma Alentejana, logo ali notei nele certas características que só são privilégio de pessoas especiais, a sua entusiasta atitude politica, o seu jeito inteligente de se expressar, a sua simpatia, chamaram desde logo a minha atenção, o meu apreço.
Os poetas são possuidores de rara sensibilidade, não se debruçam só sobre poesia, sua especial atenção leva-os a olhar para situações que para muitos não tem interesse; mas para eles poetas poderão ser o desabrochar dum novo poema.
Antes de o fazer, debrucei-me sobre a história de Maia, e qual não foi o meu espanto, quando vou encontrar um homem de um valor humano incalculável.
Mais uma vez a minha sensibilidade não me enganou.
E quando um dia o meu grande amigo e então Presidente da Alma Alentejana, Joaquim Avó me dizia, que precisava de ajuda para a escolha do patrono dos Jogos Florais, não hesitei, e com algum entusiasmo, avancei com o nome de
“ Maia”, foi aceite de imediato, com manifesta alegria.
Da minha parte e deste modo, dei a mim mesma a “ chance”de conhecer mais uma história de vida, que estava ali mesmo à minha mão, e que de outro jeito, não conheceria na sua totalidade.
“Maia” tem uma lista infindável de trajectos de vida, que nem todos se gabam de ter.
Não vou por aí; vou deixar esse trabalho à responsabilidade dos letristas dos intelectuais, esperando sinceramente que lhe façam jus.
Mesmo porque, eu não teria folhas que chegassem para descrever as vivências, os momentos tristes e os felizes, deste homem, deste lutador, deste amigo.
Assim em nome desta rústica poetisa, e em nome da “Alma Alentejana”. E do seu actual Presidente Sr. António Marques Oliveira, queremos agradecer-te simplesmente, por nos teres dado o privilégio em te ter como Patrono destes Jogos Florais.
Mais um ponto para juntares ao teu vasto curriculum de vida.
Bem-hajas por seres o homem que és. “ Amigo Maia”

Com um abraço da amiga certa: Rosa Guerreiro Dias

 25-10-2009
***

 

Valores 

Há homens, que embora mortais

Farão sempre parte da verdadeira história

Como homens raros, homens especiais

Irão permanecer na nossa memória

Não fora esse "Dom" com que nascem, dar sinal

Duma dimensão incrivel, p'ra lá do amor

Passariam despercebidos, ao vulgar mortal

Que olha com indiferença, o seu real valor

Mas lá estão os poetas, eternos poetas

Esquadrinhando a vida, em seu pormenor

Castelos fechados, janelas abertas

Com olhares atentos mirando em redor

 

O valor do homem é um valor de vida

Vive em cada frase dum vulgar poema

Vai gritando ao mundo, para ser ouvida

Com força de mar, com astúcia e esquema

 

Eu da minha parte, com o pouco que sei, farei sempre assim

Transmito em poesia, o valor dos homens que passem por mim.

 

Para o amigo: "Maia"

José Manuel  Maia Nunes de Almeida

Com muito carinho e admiração da amiga certa.

 

Rosa Guerreiro Dias

25-10-2009

 

****

 

Seguiu-se a entrega dos prémos aos vencedores do concurso.

Abrindo portas a uma tarde cultural com a participação do;

***

 

 

  "Trio Musical, Célia Dias, José Carita e Ricardo Fonseca"

(Flauta, Guitarra e Viola Campaniça)

*****

" O Grupo das Cantadeiras da Alma Alentejana" com a especial participação da poetisa Rosa Dias, e sobre a orientação de " Luis Moisão".

*****

E ainda o Grupo de Cavaquinhos da Alma Alentejana

Que fechou em beleza esta tarde cultural.

 

Bem -Hajam a todos os que contribuiram para mais uma tarde bem passada.

Sem esquecer as voluntárias da Alma Alentejana, que nos esperavam no Atrio do Forum com um delicioso lanche oferecido por esta Instituição, apetece dizer.

 

Na Alma Alentejana, saciamos o corpo, saciamos a alma.

 

As fotos de praxe;

 

 

 

 

E para terminar em beleza, eis aqui a filha do homenageado espelhando, Juventude, Felicidade Beleza.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:07


9 comentários

De (So) Luis a 27.10.2009 às 00:00

Uma Rosita » sempre em forma é o mais nos apraz registar, numa direcção e apresentação brilhante deste evento que se tornou na realidade de uma tarde cultural muito bem passada, em mais uma homenagem prestada pela Alma Alentejana. Foi com grande alegria que mais uma vez tive a oportunidade de «partilhar» o Palco consigo, em mais uma actuação das Cantadeiras da Alma Alentejana - obrigado. Ficava bem aqui o Poema «Esperança»...
Caso me permita, «roubarei» esta sua «reportagem» para colocar no meu Blog
http://oalentejoa4tons.blogspot.com/
onde já tenho o prazer de ver registadas algumas dos seus prestimosos «comentários».
Pena foi que no final não pudéssemos ter dado continuidade à «festa» - talvez no próximo dia 14 Novembro, no «magusto» do Seixal - quem sabe?
Um abraço a ambos

De Rosa Guerreiro Dias a 27.10.2009 às 09:27

Bom dia!
Tudo bem?
Agradeço as palavras.
Quanto à licença que me pede, está concedida, disponha.
Espero bem que tenhamos disponibilidade em estarmos aí dia 14.
È sempre um prazer estar convosco, vocês amigos já fazem parte da familia "Dias", Acredita amigo, a pena é estarmos em bandas diferentes do Rio.
Mas o Rio Tejo é amigo, carrega-nos em seus braços para nos levar até vós; sempre que a gente quizer. ( háháháháhá)
Beijinhos, e aquele abraço da amiga certa
Rosa

De Rosa Guerreiro Dias a 27.10.2009 às 12:00

A Esperança?
Aí está bem vivinha neste poema e no olhar belo desta criança.
Beijinho

De (So) Luis a 28.10.2009 às 07:21

Obrigado. Haja «Esperança»», a «ultima coisa a morrer», afinal. Um abraço alentejano (de Beja!).

De José Rabaça Gaspar a 28.10.2009 às 20:18

Já tinha dado os PARABÉNS a GRANDE POETISA ROSA DIAS, mas não através do BLOG!
Além dos PARABÉNS pela FESTA dos JOGOS FLORAIS, mais PARABÉNS por esta esplêndida reportagem.

Ainda BEM que a ALMA ALENTEJANA tem estes PILARES da Cultura Alentejana.

Logo que possam apareçam a ocupar o VOSSO lugar na DIRECÇÃO onde podem desempenhar o lugar que vos compete... e onde eu estou, mas com grande sacrifício e sem tempo e capacidades para desempenhar como deve ser.

Já "COPIEI" fotos e texto para mandar para o Boletim.

GRANDE ABRAÇO

José Rabaça Gaspar

De Rosa Guerreiro Dias a 31.10.2009 às 18:33

Seria com grande satisfação , se meu contributo aí junto dessa Alma Alentejana, que aprendi a amar, pudesse ser mais assíduo , mas meu amigo ; é impossivel, a distância, a falta de tempo, são factores que me impedem de tal.
Tenho uma rotina um pouco complicada, para me dedicar por inteiro a uma causa, quando na verdade me encontro presa a tantas outras, e que me absorvem todo o tempo.
Como sabe amigo? o tempo não é nosso, foi-nos emprestado, nós apenas o gerimos, e por vezes é bem dificil.
No entanto sempre que a Alma Alentejana precisar de meus prestimos aí estarei com todo o gosto, mas só a nivel deste trabalho que faço ou que tenho o dom de fazer, (Poesia).
Vá aparecendo e dando noticias
Aquele abraço da amiga certa.
Rosa Dias

De José Rabaça Gaspar a 01.11.2009 às 16:55

Recebido e Percebido ROSA!!! É o que acontece com muitos de nós!!! Entretanto a dimensão que a Alma Alentejana já alcançou e os SONHOS em que se lançou estão a PEDIR ALGUÉM, com DISPONIBILIDADE, CAPACIDADES de GESTÃO e DEDICAÇÃO... que, estou convencido, vão aparecer... ao saberem que podem contar CONSIGO... COMIGO... e com muitos OUTROS... Abraço: jpraga

De Anónimo a 01.11.2009 às 21:48

É um previlégio para a Alma Alentejana poder contar com valores poéticos, colaboradores e presenciais como a amiga Rosa Dias.
Fez mais um belíssimo trabalho, não só poético como com o tema relativo à grande Figura que também é JOSÉ MAIA. A sua presença encanta todo a gente, tanto pelas palavras que nos dirige como pela simpatia que desperta em todas as pessoas.
Parabens amiga
O ALENTEJO NÃO TEM FIM
Um abraço do amigo certo
Joaquim Avó

De Jogos de Aventuras a 03.05.2011 às 14:20

Obrigado pelo fantastico Blog, Ricardo

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D