Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




PASSAGENS DO MEU DIARIO

por Rosa Guerreiro Dias, em 10.10.09

Vem amigo

Entra aqui no meu montinho

P´ra um montinho comprar
              Não chegava o dinheirinho
                               E assim dentro do meu lar
                                             Construi o meu montinho

                               

As paredes são branquinhas
O meu poço centenário
São estas lembranças minhas
Contidas no meu diário

                               Chia a roldana cansada
                               De subir e descer o balde
                               Ri a agua, alvoraçada
                               Na nascente da saudade

Ergo o porrão inclinado
A agua fresquinha rola
Dá-me um gosto redobrado
Bebendo agua, à espanhola

         Ó minha amoreira linda
                  Que me deixaste, partiste
                            Ao lembrar-te, choro ainda 
                                           Meu coração fica triste

O branco predominando
No Alentejo é sentinela
A chaminé fumegando
Grade velhinha à janela

                                

Meu rodapé azulado
Azul que sobrou do Céu
Rente ao chão cumpre seu fado
Fado que é dele e que é meu

              Bate o sol na brancura
                         Reflecte a força que tem
                                     E aloira a espiga em secura
                                                  Nos campos da terra mãe

Vem me abraçar se poderes
Ao montinho da saudade
Irás mais forte, se beberes
Da nascente da amizade

                                    

Aqui, a passarada costumeira
               Vem cantar o amanhecer
                                 Dizendo que desta maneira
                                                Vale bem a pena viver

Debaixo do olhar atento
          Das madres firmando a casa
                        Vive-se cada momento
                                         Sob um sol que nos abrasa

 

Rosa Guerreiro Dias 3-8-2009

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:39


6 comentários

De Júlia a 11.10.2009 às 16:22

A sua casa está muito bonita. Destaca-se naquele conjunto meio descaracterizado da sua rua. Apetece pedir aos seus vizinhos que olhem para a casa e sigam o seu exemplo.
Abraço
Júlia

De Rosa Guerreiro Dias a 12.10.2009 às 00:11

Olá minha amiga! tudo bem? agradecida por suas palavras, na verdade temos feito um esforço para preservar o que temos, sempre tendo em conta as características e a rusticidade, não só para nosso bem, mas muito em especial para não fugir à traça original. Realmente minha rua é fértil em abortos estéticos, que só se dão porque é permitido, esta é minha opinião, devia ser expressamente proibido certos atentados ao património ainda que seja nosso. Como vão? tudo bem de saúde ?Aquele abraço da amiga certa
Rosa Guerreiro

De Rosa Guerreiro Dias a 12.10.2009 às 00:13

Olá minha amiga! tudo bem? agradecida por suas palavras, na verdade temos feito um esforço para preservar o que temos, sempre tendo em conta as características e a rusticidade, não só para nosso bem, mas muito em especial para não fugir à traça original. Realmente minha rua é fértil em abortos estéticos, que só se dão porque é permitido, esta é minha opinião, devia ser expressamente proibido certos atentados ao património ainda que seja nosso. Como vão? tudo bem de saúde ?Aquele abraço da amiga certa
Rosa Guerreiro

De (So) Luis a 16.10.2009 às 00:11

E da «cozinha» e da «cozinheira», pois «nem é bom falar».
Um abraço a ambos e felicidades no «montinho»...

De Rosa Guerreiro Dias a 16.10.2009 às 01:47

Olá meu amigo, para quando outra ida ao nosso montinho, é só marcar o caminho está livre, e de vindimas como estamos? a pinga já está no pipo? tem que haver a prova, o Sr. Dias está ansioso para dar a aprovação, héhéhéhé,
Aquele abraço da amiga certa
Rosa

De (So) Luis a 20.10.2009 às 18:52

Ora viva! O Sr. Dias gosta da «morangueira» que eu bem vi quando fomos a Borba.
Agora pelo S. Mrtinho já podemos ver como ficou esta pinga, apanhada pelo Avó e pisada pela Nazaré, Luisa e &
Temos que marcar um dia. Um abraço

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D