Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O HOMEM E O POETA

por Rosa Guerreiro Dias, em 11.02.09

José António Salgueiro

Em

" Relatos de uma Vida"

O Mestre em pleno campo dando aulas ao vivo e a cores.

O autografo do livro da poetisa Rosa Dias

 

No passado dia 7-2-2009, a quando da minha participação conjuntamente com o grupo das cantadeiras da Alma Alentejana, num espectáculo na Casa do Alentejo em Lisboa.

Fui agradavelmente surpreendida com o lançamento do livro acima referido.

                     " Relatos de uma vida"

Conheci  o seu autor,  Mestre Salgueiro, homem de uma simpatia contagiante, e de um saber que nos deixa boquiabertos. 

Com os seus noventa anos de vida, transparece uma vitalidade rara para uma pessoa da sua já longa existência.

Foi na verdade um resto de tarde fantástica, depois das apresentações da obra em si e de seu autor, ouvimos poesia dita pelo próprio, falou-nos da vida, de tempos passados, das vidas de hoje, procurando em cada palavra transmitir ao publico que o ouvia atentamente, o saber contido no  reportório da sua sabedoria, e tudo isto sempre num tom de ajuda, e de aconselhamento.

Ás páginas tantas o homem poeta, encanta todos com mais uma das suas facetas, a de ervanário, o publico continuava ali preso a tão interessante informação, e Mestre Salgueiro lá continuou desatando a talega cheia de usos e costumes da sabedoria popular.

Uma das frases que me despertou mais a minha atenção, era o Mestre dizer, se me dessem mais dois ou três anos de vida, seria muito bom pois deixaria escrito muitos destes saberes, que levarei comigo caso morra depressa.

Fiquei emocionada e encantada ao mesmo tempo, pois posso afirmar que foi para mim um privilégio conhecer Mestre Salgueiro. 

A fechar este evento, ouvimos na belissima voz de Francisco Naia alguns trabalhos do seu ultimo C.D.

"" De Sol a Sul"" acompanhado por José Carita e Ricardo Fonseca com o som da guitarra e viola campaniça.

Quiz eu poetisa popular deixar um pouco da minha poesia e saber, o que na verdade foi muito bem aceite, e veio dar um remate agradavel a esta tarde cultural.

Esperava por nós uma simpatica mesa com um saboroso lanche onde não faltou o belissimo pão alentejano e as deliciosas azeitonas retalhadas, tudo isto gentilmente oferecido  pelo Sr. Vereador da Cultura de Montemor que ali se fez presente.

A destacar a simpatica presença do Sr. Presidente da Casa do Alentejo Sr. João Proênça e sua esposa, e entre outros.

Hélder Costa Director do Teatrociniarte - a Barraca.

 

São estes momentos de convivio salutar das nossas vidas que nos enriquecem e nos fazem seres humanos mais felizes.

Agora digo eu, meu Deus dai por favor mais uns aninhos ao Mestre Salgueiro para que nos continue a saciar com o seu encanto e saber.

 

Bem -hajas Mestre Salgueiro

 

O Mestre e os alunos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:14


1 comentário

De joaquim avo a 13.02.2009 às 22:51

Gostaria também de estar presente, não só pela vossa companhia mas também gostava de dar um abraço a esse homem sem idade, de experiência feito.
Um abraço
Joaquim Avó

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D