Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




SAUDADES

por Rosa Guerreiro Dias, em 13.11.08

 

      <<Ao Saxofonista>>

 

         <<Ao Musico>>

  

Edgar de Oliveira Guerreiro

                      »«

No mesmo dia, passados 21 anos, dentro da mesma hora

Terminava aqui na terra o teu percurso.

Quando chegaste, os nossos olhos choraram de alegria.

                    

Quando partiste, os nossos olhos voltaram a chorar, desta vez de dor, de profunda tristeza, pensamos na altura que não iriamos resistir a essa separação, mas como vez querido aqui estamos tentando sobreviver.

Não vou dizer que continuas aqui connosco, não acredito.

Apenas e só ficou esta grande saudade; que doi demais

mas teremos que a carregar nos nossos corações em

quanto vivermos. 

E porque apenas o amor não morre. 

 

              Sentimento dorido

 

            *****Edgar*****

 

Sei bem que não eras santo, nem anjo cá neste mundo.
Mas para nós foste o encanto, sobrinho de amor profundo.
Em teu olhar azulado, pairava desejo ardente
Dum futuro bem musicado, para alegrar muita gente
Eras o som musical saciando o meu desejo
Como o chilreio do pardal nos campos do Alentejo
Meus sobrinhos são meus filhos, como os amo Santo Deus.
Meus filhos são meus cadilhos, sobrinhos cadilhos meus.
Por mais poesia que eu faça, profundamente sentida.
Jamais sentirei a graça que tu deste à nossa vida.
Vida madrasta ou mãe, não sei, não quero saber
São segredos de ninguém, que só Deus pode entender .


Rosa Guerreiro Dias

14-11-2000

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:02


5 comentários

De joaquim candeias a 13.11.2008 às 14:02

Amiga certa, é sempre um prazer visitar este seu espaço.
Sempre com novidades frequinhas, acabadinhas de fazer ou não, a verdade é são sempre de desanuviar da alma de quem os lê.

abraço amigo

De joaquim avo a 13.11.2008 às 22:55

Cara Amiga
É sedmpre bom ler o que escreve bem como temos o prazer de a ouvir.
Lembrar pessoas queridas que nos deixaram é a forma de estarmos mais próximo e pensarmos que eatarão sempre presentes.
Um abraço
Joaquim Avó

De lmacarico@gmail.com a 14.11.2008 às 01:33

querida amiga

Não podia deixar de te contemplar com um dos 15 prémios Dardos, pela qualidade das tuas imagens e pela pertinência dos temas que abordas e pela forma como os abordas.

Cabe agora aos contemplados com o Prémio Dardos (se o aceitarem) procederem à seguinte actuação:

1. Exibir a respectiva marca /imagem;

2. Linkar o blog através do qual recebeu o prémio;

3. Escolher quinze (15) outros blogs aos quais atribuirá o "Prémio Dardos".

De PreDatado a 14.11.2008 às 10:20

Foi a primeira vez que aqui entrei. Li com tristeza no olhar este post de evocação. Para si o meu abraço de solidariedade.

De Rosa Guerreiro Dias a 14.11.2008 às 12:23

Agradecida por este abraço de solidariedade, como soube bem;
Que interessa de onde vem, o que importa, é que eu senti esse abraço.
Retribuo com outro da já amiga certa.

Rosa Dias

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D