Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Férias merecidas, no meu Alentejo, até já.

por Rosa Guerreiro Dias, em 27.08.08

O céu mostra a graça, dum azul sem par

E o monte me abraça, ao ver-me chegar

A terra me estende , seus braços sem fim

E a casa se rende, sorrindo p'ra mim

A sombra Sobreira, convida-me à sesta

E da grande canseira, quase nada resta.

É a vitamina, há muito esperada

Força genuína, por nós desejada

Com o seu vigor, alimenta a gente

Aliviando a dor, à brava semente

***

Os pássaros cantam

À nossa chegada

E assim nos encantam

Em troca de nada

**

Nas manhãs douradas

Sem ponteiros nem corda

Canta às descaradas

Este galo amigo

Que a todos acorda

***

Alentejo amado, como não voltar

Se tu és o fado, deste meu fadar

***

De regresso à cidade

E a quem me esperar

Te prometo amigo

Que levarei comigo

A força do trigo

Para lhe ofertar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:59


2 comentários

De Cláudia Martins a 23.10.2008 às 01:13

Dizem que o sertanejo é antes de tudo um forte, porque o ambiente (sertão) é duro, agreste, quente, seco, muitas vezes árido, e para nele se viver, vezes demais, sobreviver, tem que se ser rústico. Quando vejo o nosso Alentejo, acho que é o correspondente português do sertão do Brasil... ou o cerrado, onde as árvores têm cascas semelhantes ao nosso sobreiro que lhes permitem suportar a secura, os incêndios, o Sol, o Sol, o Sol... não sei muito bem. Só sei que o cheiro que a terra quente exala é igual! E para se perceber a beleza rústica, agreste do Alentejo, como do sertão, tem que se ter uma sensibilidade refinada; quem o consegue, pode considerar-se feliz!

De Rosa Guerreiro Dias a 23.10.2008 às 22:09

Minha Portuguesa, Brasileira
Minha sertaneja alentejana
Minha rústica poetisa.
Quando a sabedoria fala
O Sobreiro se aquieta
Os pássaros pousam
A Terra se abre
O Sol espreita
E o homem se deleita.

Aquele abraço da tia que te ama muito.
Rosa Dias

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D