Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Portugal é assim, em todo o seu esplendor!

por Rosa Guerreiro Dias, em 25.02.14

 

 

 Foz-Coa

 

Serras e montes

Onde as frescas fontes

Dão vida e beleza

Ao rosa e ao verde

Saciando a sede

Da mãe Natureza

 

Quem te salpicou

Te embelezou

Com este primor

A resposta soa

P’la voz do Coa

‘’Foi o Criador’’

 

E aquele que passa

Bendizendo a ‘graça’

Deste encantamento

Abraça essa paz

E consigo trás

Mágico momento

 

Com esta visão

Se faz clarão

Na alma que padece

O Poeta se agita

Sua veia grita

E a Poesia acontece!...

 

Rosa Guerreiro Dias

25-2-2014

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:39


A FLOR E O GESTO!...

por Rosa Guerreiro Dias, em 24.02.14

 

Recebendo

E partilhando Jarros

 

Flor é Flor

Da cor que se queira

É um gesto de amor

Que nos cai tão bem

É uma cortesia

Sem hora ideal

Mesmo que essa oferta

Seja virtual

Jarro

É sempre Jarro

Seja preto ou branco

Azul, esverdeado

Amarelo, cinzento

Ou até prateado

Importante

É o momento

Em que a flor aparece

E o nobre sentimento

De quem a oferece!...

 

Rosa Guerreiro Dias

24-2-2014

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50


‘’A ti Campo Maior’’

por Rosa Guerreiro Dias, em 01.02.14

''Alzheimer''

***

A importância

Do   

Verdadeiro, Voluntariado…

 

Eternamente Agradecida

A todas as autoridades, e aos grupos de apoio, designadamente!

‘’Até’si’’ pelo interesse com que abraçaram esta causa tão nobre e urgente, relacionada com os portadores ou possíveis portadores dos males de ''Demência, Alzheimer'' e outras doenças do foro neurológico.

 

A parte velha da Vila de Campo Maior!

De há um tempo a esta parte, que se nota muito envelhecida, em todos os sentidos.

São, as casas antigas, sem condições dignas de habitabilidade, e as pessoas que vivem sózinhas.

E que só na última, largam o seu cantinho, como constatamos, a par e passo.

Os mais novos que ali nasceram e cresceram, tomaram novos rumos.

Hoje fazem suas vidas, fora da Vila, ou emigraram, ou se instalaram na parte nova da Vila.

Ficando assim os mais idosos completamente sós.

Entregues ao previsível destino da solidão.

‘’ Casas velhas, gente velha’’

E hoje nos deparamos com um quadro de abandono, e profundo isolamento, é triste mas é a realidade.

 

Bendita a hora em que a sineta tocou, dando sinal de aviso.

Espero bem que ainda venha a tempo de ajudar todos aqueles que estão precisando urgentemente de auxílio.

E a esses muitos, que infelizmente já nem se apercebem dessa necessidade.

As carências a todos os níveis, os desgostos, o afastamento das famílias, a falta de crianças por perto,  a solidão, são na verdade os ingredientes propícios a estes males Neurológicos.

 

O Voluntariado com formação, é um dos pontos fundamentais para ajudar estes e outros possíveis pacientes.

 

‘’Ajuda-te a ti próprio, ajudando os outros, como voluntário’’

 

No voluntariado há que haver.

''Amor’’ Paciência, Carinho, Disponibilidade''

É tudo, o que qualquer um de nós voluntários, precisamos para ajudar estes seres dependentes, com memórias ausentes.

 

 

 

 

 

 

 

Na saúde, mas noutra patologia fui vários anos voluntária.

Mas derivado a problemas de saúde comigo própria, e familiares, já não me é possível dar como dei, mas sempre que posso ali estou eu, pronta, de alma e coração, partilhando o que de melhor há em mim, e sempre, com o verdadeiro espirito voluntarioso.

 

Para todos vós vai com carinho o meu abraço Solidário

Bem- Hajam todos os Voluntários e todos os que se preocupam com os nossos idosos, tantas vezes esquecidos... <3

 

Rosa Guerreiro Dias

1-2-2014

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:24


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds