Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Singela Homenagem a D. Francisca Cabral...

por Rosa Guerreiro Dias, em 30.12.11
 
 O OLHAR DUMA ALENTEJANA 
          SOBRE A PESSOA LINDA QUE FOI !

""Francisca Cabral
Senhora e Rainha"
da
“ Casa do Barreiro “

Alpedrinha não é só Serra
Nem só granito nem pedra
Nem só as águas que cantam
Nem só calçada Romana
Nem só sagrada ou profana
Mas também Palácios que encantam

Numa “Capela Ancestral”
Ouvimos um Recital
Tocado por dois talentos
Seguiu-se então a Poesia
Que trouxe grande alegria
A estes raros momentos

Conheci para meu bem
D. Francisca que tem
Um tesouro em sua mão
Palácio “ Casa do Barreiro”
Entre muitos o primeiro
Que trago no coração

Vem do Século dezanove
De traços lindos, bem Nobre
Faz sonhar quem está por perto
Tem janelas, janelinhas
Tantos beirais e portinhas
E um grande Portão aberto

Ao entrar no Palacete
Abre a porta um ramalhete
D. Francisca em Flor
Tanto saber, Livro aberto
Contando a história a seu jeito
Misto de saudade e Amor

A Poetisa captando
Tudo vai ouvindo e vendo
Gravando em seu manual
E de Salão em Salão
Vai Francisca com paixão
Narrando o seu historial

Tudo espanta, tudo encanta
Tudo chora, tudo canta
O passado está presente
Entra o Sol, beija a saudade
Estatueta sem idade
Neste Nobre Palacete

No meu quarto de dormir
Está o requinte a sorrir
No branco lençol bordado
E por detrás da vidraça
Vejo Alpedrinha com graça
Qual Presépio iluminado

Cedo acordamos sem custo
Por hábito fazemos isto
P’ra começar novo dia
Mas ali eu fiz questão
De tomar a refeição
Com amigos de estadia

Pequeno almoço, num recanto
Dando uma visão de encanto
A um outro Outono da vida
Olhei os medronhos corados
Caírem ao chão de cansados
Num adeus de despedida

Numa mesa redonda e bela
Bem juntinho da janela
Onde tudo o olhar petisca
Desde o leite ao “ Café Delta”
Aos bolinhos, à compota
Tudo tem mão de Francisca

Numa mesinha de apoio
Havia pãozinho saloio
Pêro fresco vermelhinho
Conversa de ocasião
Fez parte da refeição
Num Verão de S. Martinho

Inês uma jovem beleza
Foi a Flor, centro de mesa
Com um toque de doçura
Sempre atenta, tudo ouvia
Por vezes, até sorria
Com seu olhar de candura

Surge então a despedida
E há D. Francisca querida
Sempre de riso no ar
Dei-lhe um abraço dos meus
Dos que não dizem adeus
Pois na certa irei voltar.

Com muito carinho e admiração para a
D. Francisca Cabral da “Casa do Barreiro”
Em Alpedrinha
Da amiga certa
Rosa Guerreiro Dias
“ Poetisa Popular Alentejana “
15-11-2003

Durante várias vezes voltei a Casa de D. Francisca!
Sempre fui recebida com o carinho e a elegância que lhe eram peculiar. 

Minha singela homenagem de despedida a essa Senhora e amiga
D. Francisca Cabral.
Uma das grandes beneméritas de Alpedrinha
Que nos diz Adeus num lindo dia de Dezembro!
Em que o Sol brilhava e os Céus se abriam para receber Francisca.

Descansa em Paz minha querida e doce amiga!
""Senhora e rainha da Casa do Barreiro""

Em Alpedrinha, Serra da Gardunha.

Rosa Guerreiro Dias
28-12-2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:28


VOLTAR À SUA VELHA ESCOLA!...

por Rosa Guerreiro Dias, em 02.12.11
FIZ APENAS QUARTA CLASSE

Fiz apenas quarta classe
Estudar mais não pode ser
Segui por estreito caminho
Que me ensinou a viver

Com doze anos apenas
Em casa rica servi
Entrei para lá menina
De lá uma mulher saí

Cedo saia da cama 
Fora de horas, me deitava
O cansaço me vencia
A menina não sonhava

E assim o tempo dos sonhos
Ao lado de mim passava
Só por ter nascido pobre
Fui menina, mas não sonhava.

PASSADOS MUITOS ANOS
ENTREI NO LICEU D. DINIS!
E FIZ ESTES VERSOS NA CAPA DO MEU CADERNO DIÁRIO!

A FORÇA DO QUERER

Disse um dia, vou em frente
Gritou a vida , isso é que não
Julgas-te gente? Não és gente
Larga a Escola, ganha o pão

Assim me roubaram o prazer
De estudar, p'ra ser alguém
Mas esta força do querer
Ninguém a roubou ninguém

Ter de novo na minha mão
A saca, o lápis, a sebenta
Foi dizer sim a esse não
A caminho dos sessenta...

Rosa Dias 
9-10-2003
É esta menina!
A 3ª da fila do meio, a contar da direita para a esquerda, que disse sim a esse não, a caminho dos sessenta!...

É já no próximo dia 12-12, que eu Rosa Dias " Poetisa Popular"
Vou estar em Campo Maior visitando a minha Escola Primária, no Bairro Novo!
A honra vai ser toda minha sem dúvida!
Com palavras, não poderei descrever a felicidade que este pequeno evento me está está trazendo, nesta altura da minha vida!
Voltar há minha Sala de Aulas, entre as crianças de hoje, e visualizar através do pensamento outros tempos em que também fui criança, ali, nesse mesmo lugar! É qualquer coisa, que eu considero uma das mais importantes que me têm acontecido nos últimos tempos. Sim os Poetas dão muito valor, a todas as pequenas coisas da vida...

Eu Joaquina Rosa Pedreiro Guerreiro
Frequentei 1ª e 2ª classe, no ano 1955
Fui Aluna da Professora Sra. D. Rosa
Quando transitei para a 3ª Classe passei a ser aluna da Professora D. Sofia natural de Portalegre, com quem estive até fazer a 4ª classe, de onde saí definitivamente, para começar a trabalhar...

Como seria interessante que colegas minhas dessa altura pudessem estar ali comigo no dia doze para recordarmos e confraternizarmos.
Soube há pouco tempo que a minha professora D. Rosa ainda se encontra entre nós graças a Deus e reside em Elvas, se alguém souber onde, agradeço que me informe, pois quem sabe se ela poderia estar connosco, ali nesse dia, então aí seria a felicidade total...
Esta é uma foto que tenho desse tempo, cedida por uma companheira de escola e hoje minha vizinha de rua em Campo Maior, Rosa Portela.

Eternamente grata.
A todos os que me estão proporcionando esta alegria!
Não menciono nomes com receio de esquecer algum!
Um grande abraço desta amiga certa

Joaquina Rosa,
"Rosa Dias"
2-12-2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:27


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds