Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




SILÊNCIO !

por Rosa Guerreiro Dias, em 11.04.11

 

 

Diz-se que!


O exercício do Silêncio!
É tão importante, quanto a prática da palavra!

Assim sendo!
E depois de tanto praticar a minha palavra na escrita!
Exercito-me no Silêncio! 

Aquele abraço da amiga certa
Rosa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:09


Da boca das Crianças , sai a verdade!

por Rosa Guerreiro Dias, em 04.04.11
Um pai!
Não deixa de ser pai!
Só porque envelheceu!
 
O Avô e o Neto
 
Um senhor de idade foi morar com o seu filho, nora e o netinho de quatro anos de idade.
As mãos do velho eram trémulas, a sua visão embaciada e os seus passos vacilantes.
A família jantava reunida à mesa.
Mas, as mãos trémulas e a falta de visão do avô atrapalhavam-no na hora da refeição.
Ervilhas rolavam da sua colher e caíam no chão.
Quando pegava no copo, o leite era derramado na toalha da mesa.
O filho e a nora irritaram-se com a bagunça…
- "Precisamos tomar uma providência com respeito ao pai", disse o filho.
- "Já chega de leite derramado, barulho de gente a comer com a boca aberta e de comida pelo chão."
Decidiram então colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha.
Ali, o avô comia sozinho, enquanto o resto da família fazia as refeições à mesa, com satisfação.
Desde que o velho quebrara um ou dois pratos, a sua comida passou a ser servida numa tigela de madeira.
Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, notavam-se as lágrimas nos seus olhos.
Mesmo assim, as únicas palavras que lhe dirigiam eram chamadas de atenção ásperas!
Sempre que deixava cair ao chão um talher ou pedaços de comida.
O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio….
Uma noite, antes do jantar!
O pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando pedaços de madeira.
Perguntou delicadamente à criança:

"O que é que fazes aí debaixo?"
E menino respondeu docemente:
- "Ah, estou a fazer uma tigela para o pai e a mãe comerem, quando eu crescer."
O garoto sorriu e voltou ao trabalho…
Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que acabaram por ficar absolutamente mudos por instantes.
Lágrimas começaram a escorrer dos seus olhos....comovidos.
Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que tinha de ser feito!
Naquela noite, o pai agarrou o avô pelas mãos e, gentilmente, conduziu-o à mesa da família.
Dali para frente e até o final de seus dias comeu todas as refeições juntamente com toda a família…
 
"De autor desconhecido"
 
Rosa Dias
4-4-2011 
 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55


CRISE MUNDIAL

por Rosa Guerreiro Dias, em 02.04.11

 

 

A minha visão!

Sobre a Crise dos nossos dias!

 

Mais uma vez o mundo está em Crise!

E digo mais uma vez! Porque através dos tempos sempre existiram Crises.

Há povos que passam pelas Crises sem darem por isso!

Outros há, que caem na Crise, de cabeça!

Outros ainda que nunca saem da Crise!

 

Em primeiro lugar, vamos saber o que significa “ Crise”.

 

Agravamento brusco (de uma situação)

“ Fase de transição entre um período de prosperidade e outro de depressão”

 Alteração súbita e decisiva no decurso, duma doença, ou de outra situação qualquer.

 

Agora vamo-nos debruçar, sobre os motivos que levam à Crise.

Para que uma crise surja, e antes que surja, tem que por força haver, um desequilíbrio.

Se o assunto em questão tem a ver com a saúde?

Então, houve falta de amor com o seu próprio organismo, houve falta de cuidado, e não se aplicaram as normas correctas, ao mesmo, e todas as peças desse organismo ficam afectadas.

Assim sendo, começa pouco a pouco entrando em declínio, necessitando rapidamente ser socorrido, para sair dessa crise em que mergulhou.

Por vezes, consegue erguer-se e continuar a caminhada!

Mas sempre debaixo de vigilância.

Outras vezes, o organismo ficou tão afectado que não tem hipótese de continuar sozinho e aí precisa de ajuda, para se poder equilibrar.

Lá vem então, o milagre das cirurgias, e os tratamentos químicos!

Que muitas vezes vão deteriorar, algumas peças que ainda estão sãs, mas, que como o velho ditado nos diz!

É um mal necessário…

 

Quando a Crise alcança outras dimensões, e outros níveis, como a exemplo a economia Mundial!

A isso se chama de "Crise Mundial"

Pelos vistos é o que está acontecendo neste momento.

Os homens que governam o Mundo e todo o seu esquema!

Falharam completamente! Em primeiro lugar, no amor, depois no cuidado, no dever, na obrigação.   

E aí entrou todo um sistema em declínio, as peças do sistema Mundial, são os povos de todas as Nações!

Que ficam afectados pelo desequilíbrio de quem devia cuidar e não cuidou.

Então que fazer?

Vamos ter que pedir socorro!

Algumas peças desse organismo estão resistindo, porque tiveram outra atenção, são estes os mais abastados!

O dinheiro é na verdade a mola real que gere o mundo, e que os mais poderosos usam apenas em seu próprio proveito.

As outras peças, foram sendo atacadas sem nenhum cuidado, e derivado à sua fragilidade, precisam de amparo, quem sabe de uma cirurgia, pois os químicos perderam o controle da situação!

Chegamos à conclusão que o desequilíbrio que gerou a crise mundial, apenas chegou a este ponto derivado à,

“Falta de Amor e à Ganância dos Homens”!

Se essa mola real, que é o dinheiro, fosse melhor repartida, não estávamos assim!

O Amor, a igualdade daria a todos os povos, as mesmas oportunidades!

E amando, cuidando, e cumprindo!

O Mundo não entraria em Crise, como a que estamos vivendo.

Um livro sábio nos diz!

 

O amor move montanhas!


Perguntamos então?

E onde está o Amor? Para que as montanhas se movam?

 

Rosa  Guerreiro Dias

2-4-2011

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:17


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D

subscrever feeds