Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Aniversário da Alma Alentejana

por Rosa Guerreiro Dias, em 14.04.08

Joaquim Avó

Um homem de Abril

Nascido em Setembro

Alma Alentejana

Doze anos de vida

 

Doze anos de luta

Onde a palavra

Solidariedade

Sempre

Gritou mais alto

Que qualquer interesse.

*****

E

Quando a luta se faz com as armas do coração

A luta é leal, quer se queira ou não

E por mais que se diga

Ou que se ouça dizer

A razão tem razão, e não há nada a fazer

Entre os homens que se entendam

Ou por vezes não

Está a palavra que ofende

Negando o perdão

E os homens se esquecem de sua missão.

*

Missão de vontade, dum bem -  fazer,

Onde a solidariedade, é a regra do crer

Foi isto que eu vi, e senti também

A luta de alguns

Com outros praguejando

E hás páginas tantas está tudo lutando.

Há os que ficarão, do lado de cá

E outros que irão de cá para lá

E até há quem fique simplesmente a ver

Nem nega, nem dá, razão, ou parecer

Nesta obra linda, com tanto a fazer.

*

Mas há quem resista, embora sofrendo

Sem perder de vista, este sonho lindo

Alma Alentejana, bendita semente

Planta genuína formada por gente

Desbravando ansiosos caminhos e montes

P’ra dar aos idosos novos horizontes

Deixando p’ra traz seu próprio viver

Só querendo paz, que os deixem fazer

*

Vim dizer-te amigo, que não irás só

Contarás comigo, meu amigo Avó.

 

Rosa Guerreiro Dias

6-3-2006 - 13-4-2008

*

Lugar de honra 

 

Simplicidade com requinte

Procurando lugar

Esperando o ataque

Organização

Convívio salutar

Sorriso de esperança

O bolo não faltou

Os braços se ergueram

As vozes soaram

E todos cantaram

O Hino

Da

Amizade

 

Se tiveres um bom amigo

Reparte-o comigo

Só a amizade sincera

Traz à vida Primavera

E uma lufada de ar fresco

Eu sei que mereço

 

Refrão:

 

Anda amigo

Venha de lá esse abraço

Que há tanto desejo

Anda amigo

Que a amizade, não tem preço

Diz-se no nosso Alentejo

 

Meu coração está sorrindo

Assim estou sentindo

Minha amizade se estende

Não se compra, não se vende

O mundo assim é melhor

Diz nosso Senhor

*

Autora da letra

 Rosa Dias

Trabalho oferecido pela autora à Ama Alentejana

Musica: Adaptada

A festa terminou

Mas não a amizade

Que logo se abraçou

Á Solidariedade

*

E uma alma poeta

Num olhar atento

Gravava na certa

O belo momento

*

E quando forem ler

A rima ou a prosa

Irão perceber

   Que foi a amiga

                 Abraço da amiga certa

                 Rosa Guerreiro Dias

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2008
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D